sábado, 22 de novembro de 2014

Os caminhos de um homem



“Os seus caminhos são caminhos de delícias, e todas as suas veredas de paz”, Pv 3.17.

Destacamos a seguir o Texto de Provérbios 3.17 em algumas diferentes versões. Veja: “Os seus caminhos são caminhos de delícias, e todas as suas veredas de paz (Almeida Corrigida e Revisada Fiel)”. “Os caminhos da sabedoria são caminhos agradáveis, e todas as suas veredas são paz (NVI)”. “Os seus caminhos são caminhos aprazíveis, E todas as suas veredas são paz (Soc. Biblica Britanica)”. “Seus caminhos estão semeados de delícias. Suas veredas são pacíficas (versão católica)”. Você desejou algum dia possuir bênçãos com paz na vida? Creio que todos nós desejamos isto para as nossas vidas. Temos que saber, porém, que só o Senhor Deus poderá fazer isto mesmo hoje, se provarmos que ele é bom, como diz a Palavra: “Bom e reto é o Senhor; por isso ensinará o caminho aos pecadores”, Sl 25.8. Ele é bom para salvar, para perdoar, para alegrar e dar a vida eterna. O que ele deseja é que tenhamos caminhos agradáveis, aprazíveis e de paz. Então ele ensinará a todos nós o seu caminho real e verdadeiro.

Os caminhos e veredas de Jesus Cristo em nós! Veredas são caminhos estreitos. Caminho é a trajetória que Ele traçou sobre a terra, em nossa vida; que pode, sim, os caminhos tornarem-se muitas vezes em caminhos difíceis para a nossa experiência pessoal; mesmo que passem por vales escuros, vales de abandono, vales de solidão, vales de morte!, mas são caminhos pelos quais o próprio Senhor prometeu de estar presente, pois Ele mesmo disse: “e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. (Mt 28:20)”. Jesus falava de momentos difíceis: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo (Jo 16:33)”.

O que torna caminhos e veredas difíceis em caminhos de delícias e paz? A Palavra de Deus. Podemos saber, pela Palavra de Deus, que, primeiro, “esta palavra está mui perto de ti” (Dt 30.14); segundo, é prazerosa mais que o alimento, Jó 23.12; sara e livra, é mais doce que o mel, Sl 19.10, Ap 10.10, Sl 107.20; é escudo para os que confiam em Deus, Pv 30.5; é eterna, Is 40.8; não torna vazia a Deus, guia, direciona, “Porque, com alegria, saireis e, em paz, sereis guiados”, Is 55.11; e onde houver “espinheiro, crescerá a faia, e, em lugar da sarça, crescerá a murta” (13); também a Palavra de Deus é gozo, Jr 15.16, e não passará, Mt 24.35; sara, Lc 7.7; torna felizes os que a ouvem, Lc 11.28; produz vida eterna, Jo 5.24; limpa, Jo 15.3; é a verdade, Jo 17.17; produz avivamento, At 10.44; e sem falta alguma, deve ser pregada, 2Tm 4.2 – eis os motivos por que a Palavra de Deus é delícia e paz na vida dos que crêem e confiam no Senhor, e então, mesmo com muitas dificuldades podemos vencer.

Deus o abençoe ricamente.

Isac Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário